Clínica Mult Imagem - Diagnóstico por imagem
Santos: 13 3202-1250   13 98152-0187/98151-1513/99659-5217   Cubatão: 13 3361-7149   Bertioga: 13 3316-4448   Praia Grande: 13 3346-6400   Guarulhos: 11 2414-2136

Dicas de Saúde

Causas da Bulimia

Publicado em 15/11/2015


A bulimia é um entre muitos transtornos alimentares que afetam a nossa saúde e cada vez mais cresce o número de pessoas afetadas por ela. Geralmente se desenvolve entre os adolescentes, mas pode afetar pessoas de qualquer idade e, embora seja mais frequente entre as mulheres, os homens também podem sofrer. No artigo de hoje vamos tentar esclarecer quais as causas da bulimia, assim como e quando a doença pode se apresentar.

Quando uma doença se origina é sempre por alguma razão, a bulimia não é exceção a esta regra. Sempre para entender por que surge um transtorno alimentar é necessário conhecer quais são as causas que levam, por exemplo, a que uma jovem induza vômitos para tentar perder peso ou reduzir a sua ansiedade. Tentaremos elucidar qual é a causa que pode desencadear a bulimia.

Sempre existe uma primeira vez, inclusive para indução de vômitos ou para tomar laxantes ou diuréticos em um esforço para perder peso rapidamente e mitigar a angústia que causa a ingestão excessiva de alimentos. Mas… Quais são as possíveis causas que levam os jovens a sofrer de bulimia? A seguir, tentaremos responder a esta preocupação.

Qual é a causa da bulimia:

Tudo tem uma origem, inclusive a bulimia, algo que a desencadeia e que a converte em um hábito incontrolável.

Quando falamos sobre as causas, devemos dizer que o aparecimento da bulimia não é devido a apenas uma causa ou fator, mas podem se apresentar uma ou várias, de forma combinada.

Causas Biológicas:

  • Distúrbios hormonais, já que na etapa da adolescência, é quando pode surgir alguma alteração hormonal, que leve a sofrer de bulimia.
  • Predisposição genética.
  • Pessoas com sobrepeso que diante da necessidade de perder peso, fazem dietas rigorosas, que trazem ainda mais ansiedade.



Causas Psicológicas:

  • Desprezo pelos outros ou a si próprios.
  • A pressão para se sentir bonita e amada pelo outro.
  • Depressão, ansiedade. É por isso que esta doença afeta principalmente os adolescentes, já que nesta etapa é onde se produz a maior sensação de angústia e necessidade de aprovação por parte de seus pares e dos adultos.
  • Têm sua imagem corporal distorcida, se sentem feias e gordas, sempre existe uma jovem ou um modelo com o qual se comparar e querem ter sua altura, seu corpo, seu cabelo, etc.
  • Problemas emocionais dentro da família.



Causas Sociais:

  • Necessidade de pertencer a um grupo.
  • Precisam de se sentir amado e admirado.
  • Associam o sucesso e a perfeição com a magreza, isto tem muita importância os modelos a seguir, através da publicidade nos meios de comunicação em geral.

Determinar a causa ou causas que podem desencadear a bulimia é muito importante, para conseguir colocar em prática um tratamento que seja eficaz e, assim, prevenir as possíveis complicações derivadas da bulimia.


O Que Existe por Trás da Bulimia:

A bulimia como a anorexia são distúrbios da alimentação que podem ocorrer de forma pura ou combinada. Esta doença silenciosa causa milhões de mortes em todo o mundo. Por isso, para entender um pouco mais sobre ela é importante saber o que existe por trás da bulimia e como se relaciona com a obesidade.

Bulimia afeta principalmente mulheres adolescentes com idades entre 12-18 anos. Embora nos últimos anos o percentual de homens desta mesma faixa etária que sofrem com esta doença, aumentou.

É uma doença que se esconde, por isso quando os pais percebem esta situação é porque já afetou a saúde de quem sofre. Quem sofre desta doença sofre na solidão.

A comida se torna uma obsessão. As pessoas que sofrem desta condição costumam ter fortes “atrações” pela comida para, sem seguida, vomitar. Sentem culpa e vergonha por suas ações.

A pessoa bulímica não aceita seu corpo, embora não esteja com sobrepeso. Não se aceita como é e pensa que se não é magra ninguém a aceitará. Para elas, a magreza é sinônimo de aceitação social e, portanto, de aceitação pessoal.

Existem fatores genéticos, socioculturais e individuais, como baixa autoestima, ideias de magreza, má resolução de conflitos, etc.

Os meios de comunicação tem muita importância, já que mostram um ideal de beleza que nem sempre é saudável. Inclusive houve casos de mortes de modelos, como consequência da anorexia ou da bulimia.


Como se relacionam bulimia e obesidade:

Cada vez existem mais meninos e meninas que sofrem com sobrepeso e obesidade, porque os hábitos alimentares foram mudando ao longo do tempo. Os fast food ricos em calorias e gordura são adicionados a cada vez menos atividade física.

Hoje em dia, as crianças passam muitas horas na frente da televisão, vídeo game ou computador e também comem descontroladamente. Esta situação leva que em etapas como a adolescência, muitas destas crianças caiam em situações de bulimia ou anorexia.

Isso se deve ao fato de que podem ser ridicularizados por seus pares, ou podem ser pressionados por seus pais para que percam peso. Além de ver em todos os meios de comunicação que aquele que é “magro” e “bonito” é bem sucedido.

Tudo isso relaciona a obesidade com a bulimia. Tentar se ver magros, para serem aceitos, mas não podem conter o impulso pela comida. Portanto, se encontram envolvidos em um círculo vicioso, do qual não podem escapar.

Apenas quando esta doença começa a afetar a saúde, as pessoas ao seu redor percebem os problemas desses adolescentes.

A melhor prevenção é a informação e a comunicação familiar. Os adolescentes são muito vulneráveis, por isso a família desempenha um papel importante nesta etapa da sua vida.

Se o seu filho está acima do peso ou obeso; ajude-o, acompanhe-o em sua dieta, faça parte dela. Desta forma se sentirá contido. Aumenta a sua autoestima e o faz perceber que ele vale pelo que é não por sua aparência física.

Lembre-se de consultar seu médico diante de qualquer dúvida ou preocupação.

Fonte: Saúde Dicas


Compartilhe: Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no LinkedIn
   

« Voltar

© Copyright Clínica Mult Imagem 2015. Todos os direitos reservados. | Termos de Uso e Política de Privacidade.

Responsável Técnico: Dr. José Carlos Clemente – CRM nº 32.851
Acompanhe-nos: