Clínica Mult Imagem - Diagnóstico por imagem
Santos: 13 3202-1250   13 99659-5217/98151-1513/98152-0187   Cubatão: 13 3361-7149   Bertioga: 13 3316-4448   Praia Grande: 13 3346-6400   Guarulhos: 11 2414-2136

Dicas de Saúde

AS 4 DOENÇAS CARDIOVASCULARES MAIS COMUNS!

Publicado em 18/7/2016


Doenças no coração são a maior causa de mortes no mundo. O principal perigo está em que seus avisos, sintomas, não são claros e facilmente são deixados de lado.




A correria em que a maioria vive não deixa espaço para que se cuide do corpo ou ouça seus sinais.




Fato é que deve-se sempre estar atento às dores tidas ao longo do dia e procurar-se uma consulta médica imediata.

Assim como alguns sintomas significa

m problemas sérios, outros não. Mesmo com isso, é necessário, ao menos, conhecer a fundo as enfermidades mais populares do coração.







Arritmia
A arritmia cardíaca é uma alteração na frequência de batimentos do coração quando realiza as contrações pela ida e vinda do coração.

Pode ser taquicardia (movimentos de contração numa velocidade maior que o comum, mais de 100 batimentos por minuto), bradicardia (mais lenta que o normal, com menos de 50 bpm).

Pode levar a fibrilação ventricular, acidente vascular cerebral e ataque cardíaco.

 

Infecções
As infecções no coração são feitas por agente externos do tipo vírus ou bactérias e, sem tratamento, lesionam gravemente o órgão inflamando-o e ferindo-o.

Recebem diferentes nomes devido a seus locais de atuação efetivos como endocardite, quando no interior do coração; miocardite, se na camada média do músculo; pericardite, ao inflamar a camada protetora do órgão chamada por pericárdio.

 

Doenças isquêmicas cardíacas
As doenças isquêmicas do coração significam a entrada deficiente de sangue rico em oxigênio bem como em nutrientes para que ele receba o conteúdo necessário para ter energia para que bombeie e, assim, distribua o sangue para todo o organismo.

 

Cardiomiopatia
Cardiomiopatia é o mau desenvolvimento do músculo cardíaco que o faz inflamar e aumentar de tamanho, tornando o tecido fraco.

Existem dois tipos de cardiomiopatia: dilatada e hipertrófica.

Na dilatada, as câmaras aumentam o tamanho esticando e levam com elas as fibras musculares.

Perde-se a força para contrair novamente e a circulação entra em deficiência, pois o bombeamento depende da contração.




8 Dicas para evitar as doenças cardiovasculares mais comuns
Não fumar.Não consumir bebida alcoólica exageradamente.Fazer exercícios de maneira regrada e regularmente.Manter uma rotina de sono.Cuidar de enxaquecas, estresse.Ter hormônios bem regulados.Não faze uso de drogas lícitas.Ir ao médico regularmente, caso tenha-se no histórico familiar alguma das doenças descritas.

Fonte: Dicas de Saúde


Compartilhe: Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no LinkedIn
   

« Voltar

© Copyright Clínica Mult Imagem 2015. Todos os direitos reservados. | Termos de Uso e Política de Privacidade.

Responsável Técnico: Dr. José Carlos Clemente – CRM nº 32.851
Acompanhe-nos: