Clínica Mult Imagem - Diagnóstico por imagem
Santos: 13 3202-1250   13 99659-5217/98151-1513/98152-0187   Cubatão: 13 3361-7149   Bertioga: 13 3316-4448   Praia Grande: 13 3346-6400   Guarulhos: 11 2414-2136

Dicas de Saúde

Vacina contra o HPV também previne câncer de ânus

Publicado em 10/12/2010

Nova indicação da vacina contra HPV que também previne câncer de ânus foi aprovada pela Anvisa e contempla ambos os sexos.

Getty ImagesGinecologista da Unifesp garante que incidência de câncer de ânus por HPV aumentou nos últimos anos

A vacina quadrivalente contra o HPV (papilomavírus humano) ganhou mais uma indicação devidamente aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária): prevenir o câncer anal em ambos os sexos. Até então, a imunização era indicada para blindar as mulheres contra o câncer de colo de útero e os homens de verrugas genitais.

Segundo o Inca (Instituto Nacional do Câncer), o tumor é raro e representa de 1% a 2% de todos os cânceres do cólon e de 2% a 4% de todos os tipos de tumores que acometem o intestino grosso.

Maioria das mulheres será infectada por HPV alguma vez na vida

No entanto, o ginecologista Dr. Nelson Valente Martins, professor adjunto de Ginecologia Oncológica da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), avisa que nos últimos anos a incidência de câncer de ânus vem aumentando de forma alarmante e já ultrapassou os tumores de vulva e vagina.

— O câncer anal é mais frequente entre homossexuais, pacientes com HIV e mulheres com lesões induzidas por HPV, mas isso não exclui outros grupos de contrair a doença. Por isso, todos precisam adotar métodos de prevenção.

Sexo oral causa mais câncer de garganta que cigarro e álcool

Como o papilomavírus humano é altamente transmissível, a relação sexual anal não é a única forma de contágio. Nesse cenário, a vacina entra como uma forte arma preventiva.

— Apesar de eficaz, a vacina não protege contra todos os tipos de HPV, por isso é essencial usar camisinha nas relações sexuais, evitar múltiplos parceiros e fazer exames de rotina.

Se detectado de forma precoce, alerta o ginecologista, a chance de cura do câncer anal é quase certa. O sintoma mais comum da doença é sangramento durante a evacuação associado à dor.

— O tratamento vai depender do estágio da doença, mas pode ser clínico ou cirúrgico. Por isso, reforço que os exames preventivos não podem ser esquecidos pela população.

Vacina contra HPV poderá ser oferecida pelo SUS

A recomendação de idade para a administração da vacina contra o HPV continua a mesma, ou seja, meninos e meninas entre nove e 26 anos, de preferência antes da iniciação sexual. Por enquanto, ela não está disponível na rede pública de saúde e o custo da imunização em clínicas particulares pode ultrapassar os R$ 1.000,00 (três doses).

Saiba como driblar doenças tipicamente femininas

Fonte: R7 Saúde


Compartilhe: Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no LinkedIn
   

« Voltar

Institucional
Unidades
Exames
Resultados
Planos e Convênios
Dicas de Saúde
Links Úteis
Dúvidas Frequentes
Trabalhe Conosco
Canal Médico
Contato
© Copyright Clínica Mult Imagem 2015. Todos os direitos reservados. | Termos de Uso e Política de Privacidade.

Responsável Técnico: Dr. José Carlos Clemente – CRM nº 32.851
Acompanhe-nos: